O PET-Agronomia é um dos 842 grupos do Programa de Educação Tutorial (PET) do Governo Federal. O grupo é formado por estudantes e um docente do curso de Engenharia Agronômica da Universidade Federal de São João del-Rei, Campus Sete Lagoas.

Universidade Federal de São João del-Rei
Rua Sétimo Moreira Martins, 188 - Bairro Itapoã
Sete Lagoas (MG)

 

 

BIOINDICADORES AMBIENTAIS: INSETOS COMO UM INSTRUMENTO DESTA AVALIAÇÃO

22-06-2019 17:14

Bioindicadores ambientais: insetos como um instrumento desta avaliação

Marco Antonio de Oliveira1 , Cliver Fernandes Farder Gomes2 , Evaldo Martins Pires3 , Cidália Gabriela Santos Marinho4 , Terezinha Maria Castro Della Lucia5

 

RESUMO:

Atividades agrícolas, florestais e do setor imobiliário vêm, ao longo do tempo, modificando ambientes ecologicamente estruturados. As consequências são drásticas e, por isso, faz-se necessária a busca por ferramentas e instrumentos para diagnosticar e monitorar a diversidade biológica desses locais. Os insetos têm-se destacado como potenciais organismos bioindicadores e isso se deve ao fato de apresentarem grande capacidade perceptiva, no que se refere a alterações do meio ambiente, principalmente por seu apurado sistema sensorial, que lhes permite qualificar condições ambientais em determinadas situações e, ainda, quantificar danos causados ao meio. Um dos problemas que podem ser associados a este setor é a falta de padronização e definição de protocolos de coleta e avaliação da biodiversidade, para que esses resultados possam ser analisados e extrapolados para diferentes ambientes antropizados. Neste trabalho, é contextualizada a importância da entomofauna como bioindicadora, em ecossistemas. Palavras-chave: Biodiversidade, bioindicadores, impacto ambiental, insetos

 

DOI: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-737X2014000700005&lng=pt&tlng=pt