O PET-Agronomia é um dos 842 grupos do Programa de Educação Tutorial (PET) do Governo Federal. O grupo é formado por estudantes e um docente do curso de Engenharia Agronômica da Universidade Federal de São João del-Rei, Campus Sete Lagoas.

Universidade Federal de São João del-Rei
Rua Sétimo Moreira Martins, 188 - Bairro Itapoã
Sete Lagoas (MG)

Evolução das máquinas agrícolas: Colhedoras

08-02-2021 10:19

FONTE:https://dunapress.org/2020/08/15/colheitadeira-combinada-holt-caterpillar/


 

A máquina colhedora chegou para substituir os cortadores de cana, sendo assim de porte pequeno podendo substituir 50 pessoas e a de porte grande fazendo o trabalho de 100 a 150 trabalhadores. É um equipamento agrícola destinado à colheita de lavouras, não só de cana de açúcar, mas também algodão e principalmente grãos. A modernização das lavouras com grande plantio comerciais, contribuíram para que a colheita feita manualmente fosse feita por tais máquinas, dando início a essa evolução.

Poucas informações se tem sobre as primeiras colhedoras de grãos, mas as primeiras mesmo nem eram automotrizes. Eram as "trilhadeiras" tocadas com um motor separado e operavam paradas e necessitavam de 6 a 8 pessoas para operar a máquina. Para se comprar uma trilhadeira precisava ser um “colono forte”. E mesmo assim, às vezes, precisava de financiamento bancário, pois era um implemento relativamente caro. Geralmente quem comprava uma trilhadeira prestava serviços a terceiros, e com a renda da máquina já pagava uma prestação. Com o tempo também foram evoluindo: nos anos 1950 chegaram ao Brasil as primeiras colheitadeiras, ainda importadas e com custo bem elevado.  

Em 5 de novembro de 1965 acontece uma das maiores evoluções da mecanização da agricultura brasileira: sai da fábrica da SLC (Schneider, Logemann e Companhia) em Horizontina a primeira colheitadeira automotriz produzida em solo brasileiro. Era o modelo 65 -A com base no modelo 55 da John Deere. A máquina fez muito sucesso e ainda impulsionou o início da produção de colheitadeiras nacionais por parte de outras marcas. 

 

FONTE:HISTÓRIA E EVOLUÇÃO DA MECANIZAÇÃO CARPANEZZI, Leonardo1 LEARDINI, Olivia1 SILVA, Cheusley Gustavo Crezi1 ZANARDI, Rogério2.

MECANIZAÇÃO AGRÍCOLA: ORIGEM, DESENVOLVIMENTO E ATUALIDADES¹ João Paulo Hildebrandt da Rosa² , Diogo Donato³ , Erik Gastão Tavares4 , Pedro Henrique Mendes de Mello5 , João Vitor Michael Buratti6 , Letícia Calgaro7