O PET-Agronomia é um dos 842 grupos do Programa de Educação Tutorial (PET) do Governo Federal. O grupo é formado por estudantes e um docente do curso de Engenharia Agronômica da Universidade Federal de São João del-Rei, Campus Sete Lagoas.

Universidade Federal de São João del-Rei
Rua Sétimo Moreira Martins, 188 - Bairro Itapoã
Sete Lagoas (MG)

 

 

Origem da irrigação por gotejamento

05-04-2021 13:20

Fonte: https://edcentaurus.com.br/blog/agranja/irrigacao-por-gotejamento-entenda-mais/

Antigamente considerava-se a água e a terra como recursos abundantes e renováveis. Já no século XXI passou-se a admitir a escassez e a necessidade de preservação dos mesmos. Com esse reconhecimento se fez necessária a criação de práticas agrícolas sustentáveis para preservação do solo e da água. Onde o fornecimento regional de água limitado, as demandas já estão gerando conflitos; e na medida em que aumenta a pressão sobre os recursos hídricos do planeta, decisões difíceis serão exigidas, com os agricultores e a população em geral vendo-se forçados a adotar programas de conservação.

A irrigação por gotejamento vem como uma tecnologia que auxilia nessa necessidade de conservação de recursos e do ambiente, permitindo que o agricultor distribua de maneira uniforme a água e os elementos nutritivos à zona das raízes em quantidades precisas para atender as necessidades das plantas. Gerando, desse modo, o uso de menores quantidades de água, fertilizantes e demais produtos químicos, ao mesmo tempo em que se aumentam os rendimentos e se obtêm produtos de melhor qualidade.

 

A irrigação por gotejamento teve origem na Inglaterra, nos anos 40, mas só se desenvolveu como tecnologia comercialmente viável na década de 60, nos Estados Unidos e Israel, com o lançamento dos plásticos de polietileno. De início os produtores agrícolas não consideravam prático o sistema, porque o viam como um método muito diferente dos tradicionais, de irrigação por aspersão ou inundação. Entretanto, anos de pesquisa conjunta entre produtores, universidades e órgãos governamentais demonstraram suas inúmeras vantagens. Hoje, como resultado de seus comprovados benefícios agronômicos, de conservação e econômicos, a irrigação por gotejamento logrou aceitação geral e está sendo aplicada cada vez mais por produtores competitivos em todo o mundo no cultivo de hortaliças, frutas, cereais, flores, algodão, cana de açúcar e vinhedos, entre outros.

 

Fonte: https://www.grupocultivar.com.br/artigos/irrigacao-gota-a-got

 

 

Fonte: https://edcentaurus.com.br/blog/agranja/irrigacao-por-gotejamento-entenda-mais/
Antigamente considerava-se a água e a terra como recursos abundantes e renováveis. Já no século XXI passou-se a admitir a escassez e a necessidade de preservação dos mesmos. Com esse reconhecimento se fez necessária a criação de práticas agrícolas sustentáveis para preservação do solo e da água. Onde o fornecimento regional de água limitado, as demandas já estão gerando conflitos; e na medida em que aumenta a pressão sobre os recursos hídricos do planeta, decisões difíceis serão exigidas, com os agricultores e a população em geral vendo-se forçados a adotar programas de conservação.
A irrigação por gotejamento vem como uma tecnologia que auxilia nessa necessidade de conservação de recursos e do ambiente, permitindo que o agricultor distribua de maneira uniforme a água e os elementos nutritivos à zona das raízes em quantidades precisas para atender as necessidades das plantas. Gerando, desse modo, o uso de menores quantidades de água, fertilizantes e demais produtos químicos, ao mesmo tempo em que se aumentam os rendimentos e se obtêm produtos de melhor qualidade.
 
A irrigação por gotejamento teve origem na Inglaterra, nos anos 40, mas só se desenvolveu como tecnologia comercialmente viável na década de 60, nos Estados Unidos e Israel, com o lançamento dos plásticos de polietileno. De início os produtores agrícolas não consideravam prático o sistema, porque o viam como um método muito diferente dos tradicionais, de irrigação por aspersão ou inundação. Entretanto, anos de pesquisa conjunta entre produtores, universidades e órgãos governamentais demonstraram suas inúmeras vantagens. Hoje, como resultado de seus comprovados benefícios agronômicos, de conservação e econômicos, a irrigação por gotejamento logrou aceitação geral e está sendo aplicada cada vez mais por produtores competitivos em todo o mundo no cultivo de hortaliças, frutas, cereais, flores, algodão, cana de açúcar e vinhedos, entre outros.
 
Fonte: https://www.grupocultivar.com.br/artigos/irrigacao-gota-a-got