O PET-Agronomia é um dos 842 grupos do Programa de Educação Tutorial (PET) do Governo Federal. O grupo é formado por estudantes e um docente do curso de Engenharia Agronômica da Universidade Federal de São João del-Rei, Campus Sete Lagoas.

Universidade Federal de São João del-Rei
Rua Sétimo Moreira Martins, 188 - Bairro Itapoã
Sete Lagoas (MG)

 

 

Efeito alelopático do extrato aquoso das folhas de Callistemon viminalis (Sol. ex Gaertn.) G.Don sobre a germinação de picão-preto (Bidens pilosa L.)

28-10-2020 14:26

Autores: João Paulo Oliveira Ribeiro, Alander do Espírito Santo, Angelina Moreira Melo, Amanda Cristina Guimarães Sousa, Luziane Cristina Ferreira, Amilton Ferreira da Silva, Nádia Nardely Lacerda Durães Parrella

Resumo: O picão-preto é uma planta daninha encontrada em lavouras anuais e perenes no Brasil. Em decorrência da aplicação de produtos químicos alguns biótipos da espécie B. pilosa tem apresentado resistência, dessa forma estudos recentes têm avaliado a eficiência de substâncias alelopáticas como alternativa no controle do picão-preto. Neste contexto, o objetivo do trabalho foi avaliar o efeito alelopático das folhas de Callistemon viminalis sobre a germinação de picão-preto. Para tal, foram avaliadas cinco concentrações de extratos de C. viminalis 0% (testemunha), 20%, 25%, 50%, 100%, em delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro repetições. A qualidade das sementes foi avaliada por meio da avaliação da germinação das sementes, realizando-se leituras diárias durante quatorze dias. Os dados foram submetidos ao pacote Seedcalc, gerando variáveis de germinação final e índices de vigor, os quais foram submetidos ao teste de Shapiro-Wilk a (p≤0,05), seguido do teste de Scott-Knott (p≤0,05), utilizando-se do software R. O extrato de C. viminalis provocou efeitos negativos e positivos na germinação e nos índices de vigor das sementes, sendo a concentração de 20% estimulante e as concentrações de 25%, 50% e 100% inibitórias. Portanto os extratos de C. viminalis apresentaram ação alelopática na germinação de sementes de picão-preto.

Para ler mais vá em: https://revistafitos.far.fiocruz.br/index.php/revista-fitos/article/view/832