O PET-Agronomia é um dos 842 grupos do Programa de Educação Tutorial (PET) do Governo Federal. O grupo é formado por estudantes e um docente do curso de Engenharia Agronômica da Universidade Federal de São João del-Rei, Campus Sete Lagoas.

Universidade Federal de São João del-Rei
Rua Sétimo Moreira Martins, 188 - Bairro Itapoã
Sete Lagoas (MG)

História do arado

30-08-2021 18:38

O arado é um implemento agrícola que tem como principal função o preparo do solo, ele age revolvendo a camada superficial do solo e promove o soterramento de plantas invasoras e palhadas presentes na superfície. Seu uso pode melhorar a infiltração da água no solo além da incorporação de adubos ao mesmo.

Data-se que esse implemento tenha surgido há pelo menos 5 mil anos com a realização de sulcos para sementes, sendo uma revolução para a época. A criação do arado surgiu primeiramente com o fato de que os povos antigos se cansaram de depender de fatores naturais para preparar o solo e começou-se a utilizar galhos de árvores para essa função, como a domesticação animal já era realidade houve-se a adaptação desses galhos para serem puxados pelos mesmos. Após algum tempo esse implemento começou a ser feito da conciliação de enxadas ou pás com a tração animal, sendo para a área um dos maiores avanços do conhecimento na antiguidade. Os sumérios são o primeiro povo a registrar o uso do arado.

O arado se estendeu a partir do berço da civilização, seguindo as margens do Mediterrâneo e marcando toda uma época em Roma.

 Os arados desta época apenas rasgavam a terra, sem revirá-la como fazem os arados mais modernos.

O arado conhecido mais antigo do mundo, aproximadamente do ano 1.500 a.C. está exposto no Museu Nacional da Baixa Saxónia em Hanover, Alemanha.

 A maneira de se utilizar o arado, que foi ganhando melhorias em seu design, continua vigente até hoje.

Fonte: https://pt.scribd.com/document/40627806/arados-mecanizacao-agricola