O PET-Agronomia é um dos 842 grupos do Programa de Educação Tutorial (PET) do Governo Federal. O grupo é formado por estudantes e um docente do curso de Engenharia Agronômica da Universidade Federal de São João del-Rei, Campus Sete Lagoas.

Universidade Federal de São João del-Rei
Rua Sétimo Moreira Martins, 188 - Bairro Itapoã
Sete Lagoas (MG)

 

 

Histórico da Citricultura no Brasil

30-11-2020 12:17

A citricultura brasileira está intimamente ligada à própria história do país, uma vez que poucos anos após a descoberta do Brasil, por volta de 1530, os portugueses introduziram as primeiras sementes de laranja doce nos Estados da Bahia e São Paulo. As condições edafoclimáticas favoráveis resultaram em produções e qualidades satisfatórias. Após 1930 a citricultura marca sua implantação como uma cultura comercial nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia, posteriormente se espalhando para todo território brasileiro.
A citricultura contempla a laranja, que é o principal produto dessa cadeia, a tangerineira, a lima ácida e o limão e, é, uma das principais atividades agrícolas do mundo, apresentando alto consumo em vários países independentemente da classe social da população.
A citricultura no Brasil lidera o mercado mundial e se destaca pela promoção de crescimento socioeconômico, como a contribuição com a balança comercial nacional e como geradora direta e indireta de empregos no setor. A importação mundial é absorvida principalmente por três grandes mercados, o americano, o europeu e o canadense. Estima-se que 80% da produção brasileira de suco seja exportada, o que faz com que as frutas cítricas brasileiras sejam conhecidas mundialmente.
Fonte: A importância da citricultura nacional - Comunicação Sistema Faeg/Senar