O PET-Agronomia é um dos 842 grupos do Programa de Educação Tutorial (PET) do Governo Federal. O grupo é formado por estudantes e um docente do curso de Engenharia Agronômica da Universidade Federal de São João del-Rei, Campus Sete Lagoas.

Universidade Federal de São João del-Rei
Rua Sétimo Moreira Martins, 188 - Bairro Itapoã
Sete Lagoas (MG)

Governo lança plataforma de dados estratégicos do agronegócio no Brasil

26-05-2021 13:02

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) lançou nesta terça-feira (25) o portal do Observatório da Agropecuária Brasileira. 

A ferramenta reúne dados de mais de 200 bases mapeadas acerca da safra agrícola, da previsão climática, do crédito rural e fornece informações sobre o setor pesqueiro e imagens georreferenciadas da área rural brasileira.

Cada perfil de usuário terá acesso às diferentes informações, que foram fornecidas por 11 instituições:

  • Companhia Nacional de Abastecimento (Conab);
  • Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra);
  • Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet);
  • ...

Para continuar a leitura, vá em: https://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2021/05/25/governo-lanca-plataforma-de-dados-estrategicos-da-agropecuaria-brasileira.ghtml

 

O sistema, que é aberto ao público, visa "fortalecer e aprimorar a integração, a gestão, o acesso e o monitoramento dos dados e informações de interesse estratégico para o setor agropecuário e para o Brasil", diz o ministério.O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) lançou nesta terça-feira (25) o portal do Observatório da Agropecuária Brasileira. A ferramenta reúne dados de mais de 200 bases mapeadas acerca da safra agrícola, da previsão climática, do crédito rural e fornece informações sobre o setor pesqueiro e imagens georreferenciadas da área rural brasileira.

 

O sistema, que é aberto ao público, visa "fortalecer e aprimorar a integração, a gestão, o acesso e o monitoramento dos dados e informações de interesse estratégico para o setor agropecuário e para o Brasil", diz o ministério